O que se lê na imprensa....

Assuntos gerais relacionados com autocaravanismo.

Mensagempor Henrique Fernandes » sábado ago 06, 2011 11:08 am

Subscrevo a 100!!
Henrique Fernandes
 
Mensagens: 539
Registado: quarta Oct 28, 2009 8:18 pm
Localização: Guarda Membro do CGA-Clube Gardingo de Autocaravanas

Mensagempor pmerces » sábado ago 06, 2011 3:44 pm

Boa tarde,

Concordo inteiramente com o companheiro Eugenio Rodrigues.
Gosto muito de Mte Gordo,principalmente da praia, ja acampei no parque, ja aluguei casa e ultimamente ja lá pernoitei mas perto do bairro dos pescadores.
Mas agora sinto-me triste com as palavras do sr presidente da camara de VRS Antonio, ao afirmar que no verão os AC são uma praga e porcos , generalizando a todo o algarve.
Concluindo temos o parque (ilegal ?....) na marina de portimão pago, limpo com AS e onde os prevericadores são expulsos por isso vou passar lá uns dias e tambem em Altura (CM Castro Marim) e a seguir vou subindo pelo Guadiana sem passar em Mte Gordo.

Cumprimentos
pmerces
 
Mensagens: 25
Registado: sábado jul 11, 2009 10:26 pm
Localização: cacem/sintra

Mensagempor josegon_calves » sábado ago 06, 2011 8:38 pm

Boa noite Companheiros e Companheiras,

Na generalidade concordo com o que aqui tem sido esplanado.

Concordo também que 10 maus funcionários, numa empresa de 50, são mais que suficientes para levar ao seu encerramento definitivo!

A questão, pelo que se pôde observar em reportagem televisiva, é que a grande maioria dos que ali se encontravam estavam plenamente consicnetes da sua situação e actuação atentatória para os Interesses Públicos.

A questão, é que saindo dali vão provocar a mesma confusão algumas centenas de metros mais ao lado!

A questão, é que não respeitam nada nem ninguém!!!

A questão, é que querem tudo e mais alguma coisa não importa da forma que a venham a obter!!!

A questão...... é que não há quem aguente com este tipo de comportamento!

Claro que o Parque de Campismo de Monte Gordo, único até hoje em que entrei e sai cerca de uma hora depois com a respectiva reclamação feita no local apropriado, não tem nem nunca terá condições de incluir no seu domínio todas as autocaravanas que por ali passam. Penso mesmo, sem ser defensor do mesmo, que não é esse o seu objectivo.

O seu objectivo, e o das Autoridades Administrativas, é erradicar todos estes comportamentos abusivos da parte de quem não respeita e mão quer respeitar a Legislação em vigor!!!

Essa é a questão, tem que se arrumar a empresa, se necessário, e criar uma nova sem as ervas daninhas que lhe corroem as estruturas!

Só depois, poderemos voltar a falar de Autocaravanismo Itinerante Responsável.

Penso eu de que!!!

Um abraço,
Até sempre,
José Gonçalves
(Guimarães)

http://ohotelrolante.blogspot.com

"Não sou da altura que me vêem, mas sim da altura que os meus olhos podem ver!"
by: Fernando Pessoa
Avatar do Utilizador
josegon_calves
 
Mensagens: 563
Registado: quarta Oct 01, 2008 4:22 pm
Localização: Guimarães

Federação pede mais áreas de acolhimento, mas também critica

Mensagempor time_out » terça ago 09, 2011 7:18 am

Federação pede mais áreas de acolhimento, mas também critica permanências prolongadas

A permanência prolongada de autocaravanas em locais públicos e a falta de áreas de acolhimento estão na origem de conflitos como os que estão a suceder no Algarve, disse hoje à Agência Lusa o presidente da Federação Portuguesa de Autocaravanismo, José Pires.

Em Monte Gordo, Vila Real de Santo António, dezenas de autocaravanistas têm vindo a ser multados nos últimos dias por se fixarem em parques públicos, onde as autocaravanas só são autorizadas durante o dia, referiu fonte da GNR.

Os visitantes contestam e queixam-se da falta de alternativas condignas. Segundo José Pires, devia existir "maior aposta" em áreas de acolhimento e serviço de autocaravanas "que fiquem em locais condignos, e não ''atrás do sol posto''" em locais onde ninguém quer ou pode parar.
in ionline.pt
http://www.ionline.pt/interior/index.php?p=news-print&idNota=141692
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1045
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

Re: Federação pede mais áreas de acolhimento, mas também cri

Mensagempor josegon_calves » terça ago 09, 2011 12:16 pm

time_out Escreveu:...

Os visitantes contestam e queixam-se da falta de alternativas condignas. Segundo José Pires, devia existir "maior aposta" em áreas de acolhimento e serviço de autocaravanas "que fiquem em locais condignos, e não ''atrás do sol posto''" em locais onde ninguém quer ou pode parar.
in ionline.pt
http://www.ionline.pt/interior/index.php?p=news-print&idNota=141692


Lamento pegar nas palavras do Companheiro tim_out mas...

Mas de facto é esta a aposta de quem quer ter tudo e mais alguma coisa, de preferência gratuita, como noutras Áreas de Serviço do interior, esquecendo-se, esses mesmos indivíduos, que alguém paga para eles terem esses direitos que outros cidadãos não têm!!!

De facto é esta pretensão, cega e absurda, de querer ser mais que os restantes cidadãos que está a acabar com o Autocaravanismo Itinerante em Portugal e em toda a Europa!!!

Tempos houve em que não haviam tantas autocaravanas na estrada, é verdade, mas também é bem verdade que existem muitíssimo mais carros na estrada e que também têm direitos e não os reclamam sobre os restantes cidadãos!!!

Também eu, enquanto automobilista, que o sou antes mesmo de autocaravanista, ou mesmo campista, tenho então o direito de exigir mais lugares de estacionamento, de preferência à porta de casa, ou à beira da praia que vou frequentar!!!

E já não peço nem água, nem saneamento!!!!

E temos aqui uma ambiguidade de querer praticar campismo ma via pública, nem que seja de forma itinerante, mas recusar que se seja campista na via pública, nem que seja itinerante!!!

Um dia destes, também teremos as caravanas a exigir os mesmíssimos direitos e todos os empenhados defensores da causa pública a mover montes e montanhas, a promover colóquios e debates, conferências de imprensa e entrevistas televisivas para defender esses direitos sobre todos os restantes!!!

É que as Caravanas, técnicamente, têm tantos direitos como as Autocaravanas, por esta forma de abordar a legalidade!!!

Antigamente, nos longínquos anos de 1972, eu fazia Campismo Itinerante a bordo de uma Caravana e nunca, nem nesses longínquos anos da década de 70, assisti ou promovi os atentados ao ambiente e às liberdades dos restantes como se assiste e se promove hoje, século XXI, ano da Graça de 2011!!!

Um absurdo!!!!!

Mas continuemos a brincar aos acérrimos defensores da causa autocaravanista que o fim aproxima-se a passos largos!!!

Um abraço,
Até sempre,
José Gonçalves
(Guimarães)

http://ohotelrolante.blogspot.com

"Não sou da altura que me vêem, mas sim da altura que os meus olhos podem ver!"
by: Fernando Pessoa
Avatar do Utilizador
josegon_calves
 
Mensagens: 563
Registado: quarta Oct 01, 2008 4:22 pm
Localização: Guimarães

Re: Federação pede mais áreas de acolhimento, mas também cri

Mensagempor time_out » terça ago 09, 2011 12:24 pm

josegon_calves Escreveu:...Lamento pegar nas palavras do Companheiro tim_out mas...


Boa tardre

As palavras não são minhas, mas sim da noticia que me limitei a reproduzir com indicação da fonte.
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1045
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

Autocaravanas invadem Parque das Gaivotas na Figueira da Foz

Mensagempor time_out » quarta ago 10, 2011 7:27 am

Autocaravanas invadem Parque das Gaivotas na Figueira da Foz

Os autocaravanistas acham estranho que a Figueira da Foz não tenha um parque devidamente equipado. Não se importavam de pagar para terem as condições que encontram noutras zonas do país e da Europa.
Entretanto, vão-se instalando um pouco por toda a faixa litoral do concelho, com maior incidência no Parque das Gaivotas. A localização faz esquecer a ausência de uma estação de serviço especializada, iluminação e segurança.
O comércio local beneficia com a sua presença. Ou talvez não, uma vez que, durante o verão e fins de semana com bom tempo, ocupam centenas de lugares de estacionamento para viaturas ligeiras no maior parque da cidade sem parquímetros.
Vêm de Portugal, Espanha, França, Alemanha e outros países europeus. Jose Luis Lamedro e a família (a mulher de dois filhos menores) andam a percorrer a costa portuguesa.
“Escolhemos este parque através de um site na Internet para autocaravanistas. É apresentado como sendo gratuito, situado junto à praia e dentro da cidade. É o sítio ideal”, disse o espanhol.

in As Beiras
http://www.asbeiras.pt/2011/08/autocaravanas-invadem-parque-das-gaivotas-na-figueira-da-foz/
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1045
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

Federação de Autocaravanismo pede mais áreas de acolhimento

Mensagempor time_out » quarta ago 10, 2011 7:45 am

Reacção às multas em Monte Gordo
Federação de Autocaravanismo pede mais áreas de acolhimento


A permanência prolongada de autocaravanas em locais públicos e a falta de áreas de acolhimento estão na origem de conflitos como os que estão a ocorrer no Algarve, defende o presidente da Federação Portuguesa de Autocaravanismo.

Em Monte Gordo, Vila Real de Santo António, dezenas de autocaravanistas têm vindo a ser multados pela GNR nos últimos dias por se fixarem em parques públicos, onde as autocaravanas só são autorizadas durante o dia. Os visitantes contestam e queixam-se da falta de alternativas condignas.

Segundo José Pires, presidente da Federação Portuguesa de Autocaravanismo, devia existir “maior aposta” em áreas de acolhimento e serviço de autocaravanas “que fiquem em locais condignos, e não ‘atrás do sol posto’” em locais onde ninguém quer ou pode parar. Para este dirigente faltam espaços de estacionamento com condições para despejos sanitários e abastecimento de água potável, que são “um investimento baixo e de alto retorno: transformam os locais onde existem em pontos de paragem dos autocaravanistas”.

Por outro lado, José Pires critica quem usa a autocaravana para se fixar durante largos períodos no mesmo local, nomeadamente, junto a uma determinada praia no período de verão. “A filosofia do autocaravanismo é circular: parar num sítio por um dia ou dois, conhecer e avançar. Quem quiser ficar mais tempo deve procurar o campismo ou outro tipo de alojamento”, sublinha.

Apesar de em pouco anos o número de áreas de acolhimento em Portugal ter crescido “da meia-dúzia para cerca de 50, ainda estamos longe das centenas necessárias para um país turístico como Portugal”. Segundo aquele responsável, o investimento tem sido feito pelo poder local (câmaras e juntas de freguesia) e alguns privados.

José Pires cita um estudo de Julho de 2008 da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve que apurou, só na região, “um milhão de dormidas de autocaravanistas fora dos parques de campismo, de um total de 1,2 milhões dentro e fora dos parques de campismo”.

O autocaravanismo tem sido representado até agora como parte da Federação de Campismo e Montanhismo, explicou José Pires. A Federação Portuguesa de Autocaravanismo foi criada há pouco mais de um mês, a 20 de Junho, com o objectivo de “cobrir um vazio associativo que existia nesta área”.

in Publico
http://www.publico.pt/Local/federacao-de-autocaravanismo-pede-mais-areas-de-acolhimento_1506391
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1045
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

Mensagempor josegon_calves » quarta ago 10, 2011 12:16 pm

Muito interessante as conclusões do Sr. José Pires!

Chegou à conclusão que existem 1.800.000 dormidas fora dos Parques de Campismo!!!

Brilhante conclusão!!!

Um dia destes, como já o previ, defender-se-á publicamente e abertamente a prática de Campismo na Via Pública!!!

Ah!!!! De forma Itinerante!!!!!

Realmente há por aí uns iluminados com a capacidade para defender causas que, no meu entender, são um completo atentado à Igualdade de Oportunidades de todos os cidadãos, incluindo os que pagam estadias em Parques de Campismo, incluindo os que pagam Imposto Municipal sobre as suas habitações, incluindo os que pagam as taxas de Saneamento e tratamento dos resíduos sólidos, incluindo os que pagam os consumos e demais taxas associadas ao fornecimento de água, etc., etc. etc.!!!

Um espectáculo o que está a ser traçado para o Autocaravanismo Itinerante!!!

Sim senhor!!! Estes senhores estão mesmo de parabéns!!!

Veja-se o que se passa lá fora, que é igual ao que se passa cá dentro, que é igual ao que se passa em qualquer ponto da Europa:

http://feedproxy.google.com/~r/caravani ... dium=email

Um abraço,
Até sempre,
José Gonçalves
(Guimarães)

http://ohotelrolante.blogspot.com

"Não sou da altura que me vêem, mas sim da altura que os meus olhos podem ver!"
by: Fernando Pessoa
Avatar do Utilizador
josegon_calves
 
Mensagens: 563
Registado: quarta Oct 01, 2008 4:22 pm
Localização: Guimarães

Mensagempor forum_admin » quarta ago 10, 2011 1:00 pm

Boa tarde,

Uma correcção se impõe para que fique o seu a seu dono. Esses valores pertencem ao estudo feito pela CCDR e que foi divulgado em 2008. Esse documento foi objecto de analise e resposta com algumas observações por parte do CampingCar Portugal. O documento completo da CCDR bem como a resposta do CampingCar Portugal, podem ser consultados na página principal do portal, onde estão publicados vários documentos relevantes para o autocaravanismo.

O Srº José Pires limitou-se a citar esse documento. Cada um é livre de estar, ou não, de acordo com as acções da FPA, do CPA, do CAI, do CAS, do CGA, etc, agora deve-se respeitar os clubes e respectivos órgãos sociais, e evitar-se dar como factos, as analises próprias subjectivas. Se não tivermos um certo cuidado, o diálogo fica mais dificultado e mais longe de se extraírem conclusões positivas.
A Equipa CampingCar Portugal
http://www.campingcarportugal.com
Avatar do Utilizador
forum_admin
Site Admin
 
Mensagens: 405
Registado: terça Oct 18, 2005 9:37 pm

Associativismo

Mensagempor Paulo MB » sexta ago 12, 2011 10:47 pm

Boa noite,

O autocaravanismo tem sido representado até agora como parte da Federação de Campismo e Montanhismo, explicou José Pires. A Federação Portuguesa de Autocaravanismo foi criada há pouco mais de um mês, a 20 de Junho, com o objectivo de “cobrir um vazio associativo que existia nesta área”.

Li e reli para tentar perceber. Alguém me ajuda a perceber o que se pretende dizer com a última frase?

Um abraço,
Paulo Moz Barbosa
Porto
(viajo numa Hymer CL 622 C)
Avatar do Utilizador
Paulo MB
 
Mensagens: 341
Registado: segunda mar 08, 2010 10:43 pm
Localização: Porto

Mensagempor Henrique Fernandes » terça ago 16, 2011 9:45 pm

Caro companheiro Paulo Moz Barbosa:

No dia 7 de Agosto o companheiro afirmou, no tópico "Actualizações sobre autocaravanismo", o seguinte: «Para mim sempre esteve claro que a FPA nasceu porque os respetivos mentores não apreciam o facto de o CPA estar filiado na FCMP».
Agora coloca-se-lhe uma dúvida acerca de uma frase proferida pelo presidente da FPA: «A Federação Portuguesa de Autocaravanismo foi criada há pouco mais de um mês, a 20 de Junho, com o objectivo de “cobrir um vazio associativo que existia nesta área”».
Falando apenas por mim (a representação da FPA compete ao seu presidente) e reportando-me à frase do companheiro, de 7 de Agosto, posso garantir-lhe que o raciocínio a ela subjacente está, naquilo que me diz respeito, 90% correcto, impondo-se apenas a salvaguarda de eu não «apreciar» ou «deixar de apreciar» a filiação de quem quer que seja na FCMP.
A substância da coisa é que considero que a FCMP não representa o ideário de autocaravanismo que eu defendo. Isso não implica qualquer juízo de valor da minha parte acerca dos clubes que legitimamente a integram (ou acerca da própria FCMP...). Mas explica que em determinado momento me tenha confrontado, tal como muitos outros companheiros, com uma espécie de «vazio associativo» no que à matéria tange. De facto, as visões para o autocaravanismo de uma FCMP (e dos clubes nela federados) e de uma FPA (e dos clubes nela federados) são muito diferentes em certos aspectos, como o futuro virá a demonstrar.
Não significa isto que a minha forma de entrever o fenómeno, materializada no CGA e na FPA, seja melhor ou pior do que a dos companheiros federados na FCMP por intermédio da sua associação no CPA. Será apenas diferente.
Dito isto, não terá o companheiro dificuldade em compreender por que razão surgiu um CGA ou, antes disso, um CAS e um CAI.
Se depois desta minha intervenção ainda persistirem dúvidas sobre o surgimento da FPA com o objectivo de «cobrir um vazio associativo que existia nesta área» só posso sugerir-lhe, muito respeitosamente, que as coloque directamente ao presidente da FPA, que, estou certo disso, terá o maior gosto em o esclarecer muito melhor do que eu.
Henrique Fernandes
 
Mensagens: 539
Registado: quarta Oct 28, 2009 8:18 pm
Localização: Guarda Membro do CGA-Clube Gardingo de Autocaravanas

Associativismo

Mensagempor Paulo MB » quarta ago 17, 2011 1:01 am

Boa noite Henrique Fernandes,

Estou-lhe grato pela sua amável tentativa de responder à minha questão.
Fico a saber que não é o vazio associativo que a FPA vem preencher, mas sim uma nova forma de o realizar. Será tudo uma questão de visão.
Assim sendo, avançar sem diálogo levará, estou certo, ao divisionismo que em nada ajudará a prestigiar o turismo itinerante que todos defendemos.
Pelo menos numa coisa estou de acordo consigo, o futuro vai demonstrar que há visões diferentes. E aí um de nós vai ter razão. Só espero que não seja tarde de mais.

Um abraço,
Paulo Moz Barbosa
Porto
(viajo numa Hymer CL 622 C)
Avatar do Utilizador
Paulo MB
 
Mensagens: 341
Registado: segunda mar 08, 2010 10:43 pm
Localização: Porto

Mensagempor Henrique Fernandes » quarta ago 17, 2011 7:26 am

Viva caro PM Barbosa:
A questão é que nem todos defendemos o «turismo itinerante» e seremos ainda menos os que o pretendemos prestigiar, ao contrário do que parece ser a convicção do companheiro.
Pelo menos a FCMP não defende nem pretende, isso lhe posso garantir. Há gente que gravita à volta dessa entidade que já defendeu publicamente a criação de legislação que "obrigue" as autocaravanas a recolherem aos parques de campismo a partir de determinada hora do dia...
O projecto em que acredito passa apenas por clubes que integrem federações que defendam publicamente o contrário, i. é., o direito à livre escolha.
Não sou um fundamentalista "anti-campista". Pratico, com muito gosto, autocaravanismo campista apenas nos locais previstos na legislação em vigor (campings e quejandos), mas só quando quero. Fora disso pratico autocaravanismo itinerante, modalidade que não dá, de facto, qualquer lucro à FCMP ou aos seus associados.
Por isso foi mesmo um vazio associativo que alguns clubes, CGA incluído, e a FPA, vieram preencher, naturalmente, como bem diz o companheiro, com fundamento numa diferente forma de consumar uma certa visão.
Relativamente ao diálogo, ninguém poderá acusar os clubes (CGA, CAI, CAS) e a FPA de o recusarem. Não vou aqui elencar todas as tentativas prévias de "diálogo" com instituições existentes ou com as pessoas que as representam (AECAMP incluída...). Dir-lhe-ei apenas que foram muitas e que de nada serviram porque, na verdade, há importantes interesses económicos em jogo.
A última boutade desta "novela" consiste na posição, julgo que ainda não oficial, da FCMP acerca do nascimento da FPA.
Infelizmente esse "diálogo" tem passado, tantas vezes, pela desinformação intencional centrada em artigos feitos publicar na imprensa escrita, militando genericamente contra o autocaravanismo itinerante a pretexto dos lamentáveis comportamentos "campistas" na via pública protagonizados por muitos companheiros. Essa notariedade negativa na imprensa tem recorrido a uma metodologia que a história bem conhece e que, resumidamente, passa por fazer confundir na cabeça das pessoas menos atentas a "causa" com a "consequência".
Contra tudo isto só mesmo a organização e associação daqueles que olham para estas coisas com outros olhos, já que as instituições existentes, na minha humilde opinião, não supriam suficientemente este desiderato.
Henrique Fernandes
 
Mensagens: 539
Registado: quarta Oct 28, 2009 8:18 pm
Localização: Guarda Membro do CGA-Clube Gardingo de Autocaravanas

Mensagempor time_out » quarta ago 17, 2011 2:55 pm

Henrique Fernandes Escreveu:...
Por isso foi mesmo um vazio associativo que alguns clubes, CGA incluído, e a FPA, vieram preencher, naturalmente, como bem diz o companheiro, com fundamento numa diferente forma de consumar uma certa visão...


Boa tarde
Só lamento que a FPA ainda não se tenha dignado visitar oficialmente este forum (o mais antigo e certamente o maior em Portugal) para nele deixar bem claro o que pretende fazer. Só assim, quem sabe, mais autocaravanistas poderão vir a aderir aos clubes nela filiados ou trazer novos clubes a aderirem.
Todas as notícias publicadas neste forum sobre a FPA, até à data, foram trazidas pela imprensa ou por informantes não oficiais.
time out

Hymer B SL614
(Sintra - Portugal)
Avatar do Utilizador
time_out
 
Mensagens: 1045
Registado: domingo nov 13, 2005 7:48 pm
Localização: Entre Belas e Sintra

AnteriorPróximo

Voltar para Assuntos Gerais

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes