Mais cavalos nos motores JTD, TDI, HDI Chip de potência

Área dedicada a troca de informações sobre mecânica, manutenção e bricolage

Mensagempor alexandrechora » quinta dez 30, 2010 9:51 am

Boas

Para a Mercedes, todos os modelos de CDI, existe a solução Chip. Mas os dados que indica são insuficientes.
Se tiver interessado terá de enviar alguns dados que se encontram no documento único. Número exacto de kw?, a cilindrada em cc3?, modelo é 313CDI e o ano é 2003.

Número exacto de kw?
a cilindrada em cc3?,
modelo?
Ano?

Para todos os interessados que me telefonam, terão de ter estes dados, para poder responder adequadamente e com exactidão.

Aproveito para solicitar a todos os companheiros que estes assuntos sejam tratados por mp ou telemovel, tal como recomenda a ADM deste forum, obrigado.

Cumps
Ajudar para ser ajudado, principio da simplicidade...
alexandrechora
 
Mensagens: 526
Registado: sexta Oct 08, 2010 12:40 am
Localização: Lourinhã

Mensagempor majv » sábado jan 01, 2011 3:14 pm

Alexandre / ADM do forum,
um pedido de esclarecimetos:
O que é que, em concreto, e em relação a este tema, deverá ser tratado por MP?
Apenas o interesse em saber da existência de chips para a viatura X, Y ou Z, e respectivos desenvolvimentos sobre a sua aquisição? (tal como eu fiz....)
Ou, e esta é a parte que neste momento mais me "interessa", os resultados que obtemos com a sua utilização?
Porquê desta pergunta?
É que, eu tenho postado sobre os resultados que estou a obter na minha AC, e fico sem saber se, deverei ou não, continuar a fazê-lo
:?
Além disso, longe de mim qualquer ideia de postar alguma coisa que possa prejudicar esta "nossa casa", onde tanto eu tenho aprendido.
Votos de um Bom 2011 para todos,,,coisa em que não acredito, pois penso que vai ser bem mais negro que 2010.
Mas haja esperança
Avatar do Utilizador
majv
 
Mensagens: 449
Registado: quarta abr 09, 2008 7:34 pm
Localização: Camarate- Loures

Mensagempor alexandrechora » sábado jan 01, 2011 9:48 pm

Caro Mavj

O companheiro, foi o primeiro a aplicar o chip de potência no motor multijet de 130cv. De alguma forma contribuiu com a sua opinião no ajustamento dos parametros Potência/binário/economia, naturalmente que todos os seus testemunhos factuais são de elevada importancia, e ainda mais, quando têm origem num engenheiro de profissão e em alguém que é extremamente metódico nos registos de consumos, médias realizadas versus percursos.

Em suma a sua opinião é de elevada importância assim como outros tantos companheiros aqui do forum que também já têm instalado este chip. Os vossos testemunhos são muito importantes para um bem comun e devem ser postados aqui, para todos em conjunto podermos avaliar e julgar, desmistificando os seus beneficios e seus potênciais defeitos.

Esta é a minha opinião, e acredito que será proxima a opinião da ADM deste forum.

As questões menores ou de relevância de bem particular (caso particular)que devem ser tratadas por mp ou telemovel, são os aspectos relacionados com a aquisição particular do chip, ou seja, como posso encomendar?, quanto custa no meu caso?, quantos cv de ganho? qual a economia esperada para a minha ac?. Tudo isto po ser tratado fora deste post, porque realmente desviam e dissipa o que realmente é importante testemunhos de utilização. isto sim deve ser postado.


Espero que tenha sido esclarecedor para todos.... Aproveito a oportunidade para apelar a todos os que já têm instalado partilhem connosco a vossa experiência.... participem.... ajude-nos a melhorar...

Bom ano 2011 a todos e um abraço ao primeiro utilizador do chip, que ajudou a desbravar neste dominio.

Cumps
Alexandre
Ajudar para ser ajudado, principio da simplicidade...
alexandrechora
 
Mensagens: 526
Registado: sexta Oct 08, 2010 12:40 am
Localização: Lourinhã

Mensagempor majv » sábado jan 01, 2011 10:34 pm

Uffff, fico mais descansado...
Agora quanto ao conteudo deste ultimo post....aqui não há Engºs....ou então vou ter de começar a escrever Sr. Engº Alexandre, Sr, Engº Filipe, etc etc.... :wink:
Bem, áparte as profissões, fico com a parte do "metódico", realmente é um "defeito" meu.
E sendo assim, após 2 pequenas deslocações entretanto feitas num total de 130 kms, e por motivos de incapacidade fisica para conduzir a minha viatura ligeira de passageiros ter recorrido á AC, apesar de ter sido sempre em percursos semi-urbanos e bastante sinuosos, a média actual neste depósito, no computador de bordo, baixou mais uma décima, sendo agora de 7,1.....
Para que conste, foram 2 viagens: Camarate-Sacavém-variante do IC1, St.Iria, A1 até Alverca, Adanaia, Arruda, com regresso identico, excepto entre Alverca e Sacavém, que é sempre feito pela EN10.
Avatar do Utilizador
majv
 
Mensagens: 449
Registado: quarta abr 09, 2008 7:34 pm
Localização: Camarate- Loures

Mensagempor maprista » segunda jan 03, 2011 9:41 am

Companheiro
Obrigado pela sua resposta,mas nao tenho o seu tlm.
Kw-95
cilindrada-2148
modelo MB 313-Sprinter
Ano-2003
Aguardo mais informaçoes
"RODA VIVA"
"A Liberdade de viajar e viver"
AHORN CANADA TC
http://catita-on-road-maprista.blogspot.com/[/b][/b]
Socio do CAI,CAS e CPA,ACP
Avatar do Utilizador
maprista
 
Mensagens: 165
Registado: segunda nov 09, 2009 2:38 pm
Localização: Faro,Estoi

Mensagempor fluis » segunda jan 03, 2011 11:39 am

majv Escreveu:Alexandre / ADM do forum,
um pedido de esclarecimetos:
O que é que, em concreto, e em relação a este tema, deverá ser tratado por MP? …


Bom dia,

Toda a informação que tenha interesse para os outros membros do fórum, deve ser colocada em aberto em tópicos no fórum, como é neste caso a sua opinião pessoal sobre a validade/resultados do chip que instalou.

Deixo alguns exemplos de questões que devem ser tratados por MP:
  • Questões pessoais
  • Questões Comerciais.
  • Contactos directos (Números de telemóvel, contactos de e-mail), para protecção de privacidade não coloquem estas informações no fórum, já que para além de quem está registado há muitos visitantes que habitualmente consultam o fórum e como tal também têm acesso a estas informações.


Sempre que tiverem dúvidas sobre esta questão enviem um e-mail ou uma MP para a administração de fórum, a qual terá sempre disponível para desfazer todas as dúvidas.
Fernando Luís
CI Riviera Garage
Mem Martins
Imagem
Avatar do Utilizador
fluis
Moderador
 
Mensagens: 2177
Registado: segunda nov 14, 2005 5:48 pm
Localização: Mem Martins

Mensagempor alexandrechora » sexta jan 07, 2011 6:13 pm

Boas a todos

Atenção aos companheiros que já têm o chip instalado, ter sempre presente a informação infra discriminada:

Regras de utilização de um motor com chip:

1- Nunca levar o motor ao Redline(vermelho ou 4200rpm) do conta rotações, também digo-vos não vão sentir essa necessidade.
2- Nunca andar com o pedal a fundo mais que 5minutos, atenção se estiver tempo muito quente, de Verão acontece 2 a 3 minutos.
3- Nunca deixar que a temperatura do motor ultrapasse os 95graus (o manometro da temperatura, está é para alguma coisa).
4- Até meio pedal de acelerador os cavalos originais estão lá, de meio pedal para baixo aparece os cavalos vitaminados. Apesar de sentir mais binário, suavidade e elasticidade do motor em baixa rotação e até meio acelerador.
5- Revisões do motor dentro do tempo previsto, o oleo deve ser semi ou totalmente sintético.
6- A melhor regra de todas o bom senso, uns têm outros não. Os que não têm bom senso na utilização do chip, investem mais em pastilhas de travão, em discos de embraiagem, etc.

Cumps
Alexandre
Ajudar para ser ajudado, principio da simplicidade...
alexandrechora
 
Mensagens: 526
Registado: sexta Oct 08, 2010 12:40 am
Localização: Lourinhã

Mensagempor majv » domingo jan 09, 2011 1:55 am

Finalmente, consegui dar continuidade aos meus "testes", e já posso dizer algo mais em concreto.
Aproveitando a crise que por cá vai, e a necessidade de fazer kilometros em estradas mais abertas e não sinuosas, dei uma saltada até Badajoz.
Assim, e porque no passado domingo, já tinha ido até ao Samouco, tendo a média acumulada passado a 7,0, ao chegar perto da Terrugem baixou aos 6,9, valor que se manteve até ser atestada no Carrefour (Valverde)...já agora com o gasoleo a sair-me a 1,049€/L....
E ao atestar, algo de estranho fui descobrir...
A diferença entre média de consumo indicada pelo computador de bordo e a média real, que sempre foi entre 0,72 e 0,86, apareceu-me com um valor que me deixou incredulo....1,71.
Ainda assim, a média real foi de 8,611, que igualava rigorosamente a melhor que já tinha feito em estradas não marroquinas.
Portanto, um alerta:
Quem tiver já o chip, não se iluda com a MUITO melhor média que "antigamente"...
Realçei a palavra "MUITO", e apenas essa, porque a média, efectivamente, é mais baixa, já que, para condições idênticas ás dos 692 kms, feitos até aí, não tenho qualquer duvida em dizer que o consumo teria sido de 9,0 ou 9,1.
Fiquei preocupado com o brutal aumento do valor da diferença, sim que passar de 0,80 para 1,70....é mais do dobro.
A esta hora já o nosso Companheiro Alexandre anda a dar volta aos manuais em busca duma resposta...
Por ter duvidado desse valor, e pondo inclusivé a hipotese de erros por mim cometidos na ultima vez que tinha atestado (por exemplo pensar que estava atestado e não estar....obrigatóriamente ia influenciar a media deste teste), resolvi atestar de novo á chegada a casa.
No trajecto de 251 kms entre Badajoz e casa (iniciado com um saltitar entre bombas da galp, em busca de informação sobre gáz propano) resolvi circular a uma velocidade tão constante quanto possivel, entre os 80 e 85 km/h, lidos no GPS, pois o ponteiro do conta-kilometros, desde sempre acusou 7 km/h acima do real...
Assim fiz, e apesar dos semaforos que se encontram pelo caminho, e da chuvada, por vezes forte, que apanhei pela frente, cheguei á bomba do Leclerc-Bobadela, com o computador de bordo a acusar 6,8 L/100...
Ia tirar agora as duvidas, se tinha metido alguma argolada ou não, aquando do tal vez em que atestei em Torres Vedras.
251 kms, 21,00 litros de combustivel (quando pousei a mangueira e vi um numero tão certinho, nem queria acreditar, pois era mero acaso) e a média real tinha sido 8,367....isto é, a mais baixa de todas, áparte algumas lá pelas bandas de Marrocos, e com uma diferença de 1,567 para o computador de bordo.
Em condições similares, já terei feito, antes do chip, cerca de 8,9/9,0.
Portanto, e conta feitas, andarei com poupança na ordem 8 a 9%, podendo perfeitamente chegar aos 10.
Portanto, foi a confirmação de não ter feito asneiras antes e a grande duvida agora, é o porquê desse aumento brutal na diferença dos valores atraz citados.
Os cavalinhos a mais, esses sentem-se muito bem, e então nestes kilometros que fiz entre ontem e hoje, ainda mais os notei.
Alexandre...o teste eu já fiz...agora venha de lá a razão deste mistério.
Avatar do Utilizador
majv
 
Mensagens: 449
Registado: quarta abr 09, 2008 7:34 pm
Localização: Camarate- Loures

Mensagempor alexandrechora » domingo jan 09, 2011 3:18 pm

Boas a todos

Em especial aos companheiros Majv e ZecaSantos, os quais ontem telefónicamente contactei, depois do Majv levantar a "lebre" da disparidade, entre o consumo real para o indicado pelo computador de bordo da AC motor. Contactei com outros companheiros que já têm instalado o chip mas que são visitantes do nosso cantinho, e telefonei-lhes por que as suas ACs são de outras marcas que não FIAT.

Moral da historia, não é defeito é feitio, ou seja todos têm discrepâncias entre o valor real de consumo e o computador de bordo. O caricato da situação é que não só varia de marca para marca de AC, mas também varia de condutor para condutor (com o mesmo modelo de AC).
Ou seja A FIAT ducato Multijet de 130cv, é onde se verifica as maiores discrepâncias entre valor de consumo médio do computador de bordo para o consumo real, e por mais caricato da situação é que o Majv é o companheiro com maiores diferenças. Agora porquê.... após breves investidas de tentar perceber onde se recolhe a informação para o computador de bordo calcular as médias, cheguei ás seguintes conclusões:

Majv, vou pegar no teu exemplo porque efectivamente tu és o mais metodico e rigoroso no registo de consumos e percursos antes e depois do chip. A tua condução antes do chip já era totalmente vocacionada para a economia, ou seja tu sabes tirar partido do teu veiculo no sentido de economizares ao máximo, e isso está directamente relacionado com a pressão que exerces no acelerador, muito gentil, supostamente comparando com os restantes condutores. Porque sabes e a tua formação académica ajuda-te a perceber a dinamica do processo, que é nas acelerações vigorosas que comprometes as médias, por isto carregas pouco no acelerador e deixas o motor desenvolver sem forçar minimamente a aceleração, nas reprises a mesma coisa, gentilmente carregas no acelerador, ora esta é, até agora com os elementos que tenho o fulcro da questão. A posição e a pressão do acelerador, contribuí significativamente para o cálculo da média de consumo do computador de bordo, a outra parte é o tubo de retorno do gásoleo...

Ou seja, sem querer ser demasiado técnico, quanto menos pressão no acelerador, menor a média no Comp. bordo, mas como o binário aumentou e os cavalos também devido ao chip, a posição e a pressão do acelerador ainda está na escala posicional do motor com menos cavalos e binário, e daí a discrepância dos valores.

Esta é a minha resposta presente é dada em menos de 24h, ou seja ainda não falei com o programador do chip nem com nenhum técnico de electrónica da Fiat...

Ainda assim, e o teu caso não é referência para a maioria dos autocaravanistas, porque a tua condução é totalmente em função da economia e antes de teres chip as tuas médias reais já eram muito baixas, pelo que se consegues economizar realmente em cada 100kms percorridos entre 0,5 a 0,9litros de combustivel, e manteres os cavalos e binário suplementares. Ainda assim é excelente, No teu caso deverás ter 163cv debaixo do pé quando antes apenas tinhas 130cv.

Para a grande maioria dos outros companheiros, que têm uma condução mais despreocupada da economia e que hoje fazem 12 a 13 litros sem chip com chip podem esperar uma média real de menos 1 a 1,5litros de consumo, para a mesma condução antes de ter o chip... eu próprio depois de ter o chip tenho dificuldades em conduzir mais moderadamente, ter mais cavalos e binário debaixo do pé é um privilégio.... ao alcance dos autocaravanistas com motores depois de 2002 - 2003.

Quando tiver ou tiverem mais novidades este é o espaço próprio para o fazer.... postem bom ou mau a verdade é sempre o mais importante...

Futuramente iremos falar das performances do chip com o cruise control ligado.....
Cumps
Ajudar para ser ajudado, principio da simplicidade...
alexandrechora
 
Mensagens: 526
Registado: sexta Oct 08, 2010 12:40 am
Localização: Lourinhã

Mensagempor danibeja » domingo jan 09, 2011 4:28 pm

Boa tarde,

Tenho um carro Fiat de 2010, e sempre que conduzo dentro da cidade as médias que o computador de bordo calcula, não batem certo, umas vezes a mais e outras a menos; Já quando me desloco a Coimbra/Condeixa, aparentemente estão certas...

Será que alem do que o companheiro Alexandrechora postou, não terá a ver também com o calculo que o computador de bordo faz com os Minutos/horas que ele próprio conta? , é que estes motores não são possuidores de Start & Stop , logo desde que se dá ao arranque do motor nenhum dos contadores pára, no meu caso trip A e trip B.

Grande abraço,

Danibeja
danibeja
 
Mensagens: 1014
Registado: domingo nov 08, 2009 9:11 pm
Localização: Queluz, O Técnico de Bricolage do Clube de Autocaravanismo da Abeceira

Mensagempor majv » domingo jan 09, 2011 6:15 pm

Daniel,
Em minha opinião, e até pelos carros que já conduzi, com computador de bordo, ainda está para vir o 1º em que as médias batam certas.
E mais...até hoje, verifiquei que as médias reais, são sempre superiores ás que o computador de bordo nos apresenta.
A menor diferença que até hoje notei, foi de 0,2-0,3 ao longo de vários anos, num Focus...o que já não era nada mau.
Nesta AC, até aos 41.065 kms, a com 44 "contrôles de médias de consumo", SEMPRE houve diferenças de 0,72 e 0,86, e agora, pós-chip, passou para 1,6-1,7...
Foi essa a questão que levantei, pela estranheza que me causou.
Para mim, e falo apenas e só em meu nome pessoal, o mais importante é o consumo real, e disso já tenho provas, baixa qualquer coisa no pós-chip.
Não baixa é tanto quanto me estava a dar o computador de bordo, e eu ia transmitindo aqui no forum, pelo tal facto que.....(ver explicação do Alexandre no penultimo post antes deste meu...)
Quanto aos cavalos, não tenho duvidas que eles estão lá, pois já os senti, mas...comigo passam fome...coitados...a palha tá muito cara.
:D :wink:
Avatar do Utilizador
majv
 
Mensagens: 449
Registado: quarta abr 09, 2008 7:34 pm
Localização: Camarate- Loures

Mensagempor ventura » domingo jan 09, 2011 10:14 pm

Ola boa noite a todos/as.

Tenho uma AC capucine deste ano de motor fiat 130 cv, tenho seguido este tópico com interesse, pergunto se algum companheiro instalou algum chip antes dos dois anos de garantia? Penso que o mais correcto será instalá-lo após o termino da garantia de fabrica? Qual será a vossa opinião? Obrigado.

Bons passeios cheios de côr.
ventura
 
Mensagens: 111
Registado: terça abr 21, 2009 9:35 pm
Localização: Lisboa

Mensagempor Amendoeira » segunda jan 10, 2011 8:26 pm

Boa noite.

Tendo reparado recentemente neste tópico, fiquei admirado com o facto de haver essa discrepância enorme dos valores registados no computador de bordo após reprogramação. Já fiz 3 reprogramações em viatura ligeiras, e os valores do computador de bordo sempre se mantiveram constantes.

A empresa onde fiz a reprogramação é a Turbotec (http://www.turbotec.pt). Trata-se de uma empresa especializada neste tipo de trabalhos, que faz a reprogramação em função daquilo que queremos. Estive também a estudar a reprogramação da minha anterior AC com motor Ford 2.2 TdCi 140 Cv e 350 Nm, e a mesma passava para os 165 cv e 430 Nm constantes entre a 1500 e 2500 rpm.

Além disto esta reprogramação não afecta a garantia da marca e a própria reprogramação têm garantia. Para salvaguardar qualquer problema, e sempre entregue uma PEN Drive com a programação original da centralina.

Além desta empresa existe mais uma série deles que fazem exclusivamente este tipo de trabalho, nomeadamente em veículos pesados onde o grande objectivo é a redução significativa do consumo. Se fizerem uma pesquisa no "google" por "reprogramação de centralinas", vão encontrar uma grande oferta desta área.

Para finalizar, quero dizer que todas as experiências que tenho tido provam que as reprogramações estão muito fiáveis, pois não notei qualquer alteração da fiabilidade dos carros após reprogramação.

Quando este pequeno texto quis apenas transmitir a minha experiência pessoal, e não estou de forma alguma a colocar em causa o trabalho prestado pelo nosso companheiro.

Cumprimentos a todos.
Amendoeira
 
Mensagens: 74
Registado: sexta set 12, 2008 8:54 pm
Localização: Azambuja

Mensagempor alexandrechora » terça jan 11, 2011 12:48 am

Boas a todos

Em resposta ao companheiro Amendoeira, antes de mais, não considero de forma alguma as suas palavras como depreciativas do meu trabalho relativamente a este post, bem pelo contrário, são enriquecedoras e vêm trazer a publico uma série de questões novas, sem ser eu a escreve-las.

A primeira questão é o preço praticado pelas empresas de tuninig que vendem chips de potência e reprogramações, em média o preço é superior, mais de 50% do valor que consigo para nós (o nosso preço é entre 135 e 160eur). Tendo como referência a empresa que lhe fez a reprogramação, o valor médio é de 260eur. Por outro lado, eu não vi anunciados chips e ou reprogramações para, por exemplo, no meu caso Fiat Ducato de 110cv. Aparece muitos modelos fiat, mas todos ligeiros, no entanto acredito que o façam mas muito provavelmente o preço ainda superior.

A segunda questão está relacionada com a blindagem do chip, o programador Alemão aconselhou-me a utilizar esta caixa, por ser mais resistente a humidade e ao calor, evitando ao máximo possiveis maus funcionamentos, a caixa usada na maioria dos chips á venda em Portugal tém dois parafusos que garantem o contacto entre o fios e a box, na minha opinião tendo reservas neste tipo de box....

Terceira questão, tenho um carro reprogramado (fiat Bravo 105JtD) desde 2001 com 242000km, é um espetáculo de carro parece um karting, foi reprogramado por a Speedfactor dos primeiros em Portugal a realizar este tipo de intervenção, custou 700eur. Ainda não, vendi o carro apenas porque não consigo desfazer-me dele..... Está parado na garagem.

Agora porque será que coloquei o chip na minha AC e não reprogramei a centralina, consegui este trabalho por 300eur aqui na Lourinhã. Tendo eu conhecimento que a reprogramação ainda dá mais binário e cavalos ao motor e muito provavelmente ainda mais economia e esta é nova possivelmente maior exactidão do consumo indicado por o computador de bordo e o consumo real...

A resposta é simples: Prefiro o chip porque:

1 - Não altera qualquer valor original da centralina da AC. Apenas optimiza a gestão, mais nada.
2- Em qualquer momento retira o chip e segue viagem, não precisa de ir á oficina com a Pendrive ou o CD, para colocar o ficheiro original.
3-Não é detectado quando a AC está na garantia do stand, porque você mesmo o retira.
4- A reprogramação é detectada, mesmo que volte a colocar o ficheiro original, a centralina acusa a violação, depende do teste que o concessionário fizer, se tiver dúvidas detecta.
5-O chip não altera a pressão do turbo, a reprogramação altera...
6- Este chip é programado especificamente para a condução de uma AC, ou seja, totalmente diferente de um chip para um ligeiro. Na minha opinião e de alguns companheiros padrinhos da programação deste chip, é a melhoria de binário e cavalos em baixa e média rotação, assim como a economia foi a nossa prioridade. Até porque dificilmente alguém quer circular com uma AC acima dos 120km/h, ou quer?
7-Este chip respeita com grande margem de segurança os limites mecânicos do motor, a reprogramação por mais suave que seja é sempre mais invasiva. Por isso é que a embraigem dos motores reprogramados, dura muito menos tempo, os discos e as pastinhas de travão duram menos, a temperatura média do motor sobe por vezes algumas empresas que fazem reprogramação aconselham a trocar o radiador por um maior... Não falo de cor tenho a experiência e se achasse que seria melhor a reprogramação para a minha AC em vez do chip, o que é que me impedia nada a não ser todos os factos que apresentei anteriormente...

8- Por último, geralmente as reprogramações aumenta o débito de combustivel em demasia o que origina um fumo preto intenso na saida do escape nas acelerações fortes, ou seja menos ecologico... este chip não altera a emissão de gases de escape a não ser para menos uma vez que a gestão do combustivel é mais eficiente.

Acredito que todos os companheiros aqui do forúm e não só, tenham lido este tópico e que posteriormente tenham investigado na net o que existe no mercado nacional e internacional... e depois chegam a uma conclusão o chip serve melhor os seus interesses, porque as expectativas serão mais uns cavalitos, mais binário, mais economia, mas acima de tudo sem comprometer a longevidade e durabilidade do seu motor a um custo bemmmmmm razoavel.

Agora quem quiser grandes aumentos de potência para a sua AC deve fazer a reprogramação e esquecer o chip, mas depois....poderá assumir custos inesperados...

Por exemplo um motor Fiat ducato 2.3 130cv JTD de origem com uma reprogramação apimentada pode chegar aos 200cv. Pois é mas a que preço da mecânica? depende do utilizador e do tempo....

A única limitação deste chip que encontrámos até á data, e que me chateia e muito provavelmente não vou conseguir resolver, sem mexer na centralina das ACs, o que vivamente me recuso, é o erro entre a média de consumo real e a média indicada pelo computador de bordo. Mas com isto vivo bem, faz-se as médias de consumo manualmente, o importante é efectivamente economizar.


Por favor venham mais intervenções, companheiros com experiências análogas.

Nota importante: o meu negocio não está nada relacionado com Autocaravanas, apenas recuso-me a pagar os preços praticados neste País, seja eles chips, inversores, leds, paineis solares reguladores de tensão e por ultimo por enquanto Baterias AGM.

O meu conhecimento deriva da minha formação académica, da minha investigação, dos meus testes aos equipamentos que realizo, e em especial deriva de vocês todos companheiros aqui e fora do forúm, que partilham a custo zero a vossa sabedoria, informação e vivências... e isto só tem um nome no meu dicionário, chama-se cooperação.

Um bem haja para todos.

Alexandre
Ajudar para ser ajudado, principio da simplicidade...
alexandrechora
 
Mensagens: 526
Registado: sexta Oct 08, 2010 12:40 am
Localização: Lourinhã

Mensagempor Luis Nascimento » terça jan 11, 2011 6:39 pm

A centralina da minha AC não a mando reprogramar por nada deste mundo.
Há tempos a minha autocaravana foi vandalizada e a fechadura da porta ficou danificada, como tal teve que se substituir o conjunto de canhões das fechaduras. Feita a participação à Companhia de Seguros, ordem de substituição, a Fiat tratou do assunto.
Acontece que a centralina que controla as chaves, não aceitou o novo canhão da ignição e o carro não pegava, segundo eles esta centralina não conseguia dialogar com a principal, mais isto mais aqulio.
Seguiu-se uma história muito extensa de troca de canhões, diagnósticos, telefonemas para Italia etc, etc que terminou passados alguns meses com a substituição das duas centralinas.
Os indivíduos nunca tinham tido uma situação destas, e eu que não percebo nada de centralinas, jamais permitirei que alguém lhe toque e oxalá nunca tenha que voltar a mandar substituir os canhões das fechaduras.
Imagem

HYMER 544
Avatar do Utilizador
Luis Nascimento
 
Mensagens: 165
Registado: sábado nov 15, 2008 12:38 am
Localização: Leiria

AnteriorPróximo

Voltar para Mecânica, Manutenção e Bricolage

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Google [Bot] e 1 visitante